IIGD Ograce

22/05/2020 - UM CONVIDADO ESPECIAL

  • Envie por Email
  • Imprimir

E estava assentado em Listra certo varão leso dos pés, coxo desde o seu nascimento, o qual nunca tinha andado.

Atos 14.8

Quando obedecemos ao Ide de Jesus e oramos para que Deus abençoe a nossa obra em algum lugar, não devemos nos entristecer caso não haja um grande número de indivíduos em uma reunião. A verdade é que sempre queremos pregar a Palavra para uma multidão de ouvintes, mas o Senhor dirá quantos enviará para o culto a ser prestado a Ele. Afinal, a obra é dEle.

Não sabemos se o homem leso dos pés era filho de alguém importante. Como servos do Altíssimo, precisamos crer que todos aqueles que se dirigem à nossa ministração são enviados por Deus. Jamais podemos tratar de modo desigual as pessoas presentes no culto. Sendo o Dirigente, o Senhor sabe de tudo a respeito daqueles que Ele conduziu até lá e dos que, por algum motivo, não puderam estar ali.

Ninguém deve ser discriminado, ou exaltado, pela nossa atitude. Como servos do Senhor, temos de agir segundo a direção dEle. Daquele enfermo não sabemos muito. Outros também se encontravam em Listra, pois o Senhor os convidara e preparara seus corações. Alguns devem ter sido sarados, mas outros receberam a Palavra e viram a cura daquele cidadão.

Nunca podemos achar que certa pessoa não deveria ir a um encontro de fé; pelo contrário, todos têm de participar, principalmente os enfermos. Ora, se alguém ainda não foi curado, isso não deve nos perturbar. Se fizermos a obra de coração, o Senhor concederá a fé a quem dela precisar. Muitos receberão a bênção quando se derem conta de que o mesmo ocorreu com outros ao seu redor.

Infelizmente, nas reuniões que dirigimos, nem todos serão salvos. É triste saber que isso acontecerá sempre, porque há quem não abra o coração para o Espírito de Deus operar. Esse assunto me apavora; afinal, não haverá outra oportunidade de salvação após a morte. Parece que muita gente anda como ébria, sem enxergar a necessidade de aceitar Jesus e escapar da condenação eterna.

O pregador não pode deixar o demônio convencê-lo de que uma pessoa nunca será curada ou salva. O homem leso dos pés desde o nascimento ouviu a mensagem de Deus, entendeu o Seu plano e creu nEle. O apóstolo viu que ele tinha fé para ser restaurado, e assim sucedeu. Dê atenção somente à Palavra, pois a fé vem por ouvi-La (Rm 10.17).

Sem fé, ninguém será curado de qualquer mal, mesmo de uma simples dor ou coceira. Por isso, uma mensagem forte e esclarecedora a respeito da vontade divina tem de ser ministrada antes da oração. Então, muitos testemunharão sobre o que Deus fez em favor deles. Se quisermos o agir do Senhor em nosso meio, precisamos pregar a Palavra.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares


Oração do Dia

Senhor, Comandante da Tua obra! Sentimo-nos responsáveis pelo fracasso de indivíduos que, após lutarem pela cura, não obtêm sucesso. A nossa vontade é livrá-los de qualquer sofrimento, mas isso nem sempre ocorre.

A fé vem pelo ouvir a Palavra. Por isso, estando bem alinhados à Tua vontade, podemos entregar a mensagem correta, de modo claro, para que todos recebam a solução de seus problemas, bem como a salvação eterna.

Cheios do Teu Espírito, falaremos e faremos o que é certo, e veremos a Tua mão salvando os perdidos, curando os enfermos e chamando outros para a linha de frente da evangelização. Que possamos entender e cumprir Tuas ordens!

Todos os direitos reservados à Igreja Internacional da Graça de Deus · O site do povo de Deus.

fechar

De que maneira as mensagens diárias têm abençoado sua vida?

*todos os campos são obrigatórios

fechar

Pedido de Oração

*todos os campos são obrigatórios

fechar

Enviar Mensagem por Email