IIGD Ograce

31/03/2013 - TIRE AS PEDRAS DO SEU CORAÇÃO

  • Envie por Email
  • Imprimir

Porém o que foi semeado em pedregais é o que ouve a palavra e logo a recebe com alegria; mas não tem raiz em si mesmo; antes, é de pouca duração; e, chegada a angústia e a perseguição por causa da palavra, logo se ofende.

Mateus 13.20,21

Uma das atitudes mais importantes que podemos ter é limpar o nosso coração das tristezas e dos atos desagradáveis que nos ofendem. Isso porque o Semeador lança a semente, e compete a nós ter o terreno preparado para que ela possa desenvolver a sua missão. Caso contrário, o prejuízo pela não operação do que o Senhor planejou será unicamente nosso.

Se o terreno estiver cheio de pedras, apesar de termos recebido grande alegria com a chegada da semente, seu crescimento será de pouca duração. Sempre que ela cair em nosso coração, irá alegrar-nos, mas, se houver empecilhos, não consumará sua tarefa. Nossa alegria deve ser completa, não havendo nada que a tire de nós. Logo, é bom retirar as pedras do coração para que não haja nenhum impedimento.

Não basta entender a Palavra e recebê-la com alegria. Se as coisas que servem de tropeço não forem removidas, a semente divina não terá livre curso. Mágoa, rancor, ressentimento, ódio e demais tristezas do dia a dia impedem que a missão que Deus deu na Sua Palavra prospere em sua vida. Assim, apesar de você ter ganhado uma grande bênção, por causa desses sentimentos, não poderá ver a divina operação concretizar-se.

A Palavra de Deus precisa enraizar em nossa vida para cumprir tudo o que a ela foi destinado fazer. Logo, se o terreno do nosso coração não favorecer a penetração da raiz, havendo nele pedras, além de não se aprofundar, ela queimará. Então, a duração da alegria será pequena, e voltarão os sintomas que nos atormentavam. O Senhor nos envia a semente para que ela possa produzir frutos que durarão para a vida eterna.

A Bíblia nos adverte que nem sempre teremos tempos bons (Jo 16.33b). O Inferno fará de tudo para que os filhos de Deus não vivam como o Pai determinou. Por isso, quase sempre, nossos amigos se afastarão, e os familiares não aprovarão nossa determinação de buscar viver na presença divina. Entretanto, isso não é culpa deles; a verdade é que a angústia e a perseguição são necessárias para o nosso crescimento na fé.

Por isso, quando alguém se ofende por causa de algo que lhe aconteceu, prova que o seu terreno está cheio de pedras. Contudo, para os que têm uma boa terra no coração, não importa o que as pessoas façam, ainda que sejam maldades, pois nunca abandonarão a fé em Jesus.

Os que ficam ofendidos mostram que não haviam preparado o terreno para a preciosa e operante semente que o Pai lhes deu.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

Todos os direitos reservados à Igreja Internacional da Graça de Deus · O site do povo de Deus.

fechar

De que maneira as mensagens diárias têm abençoado sua vida?

*todos os campos são obrigatórios

fechar

Pedido de Oração

*todos os campos são obrigatórios

fechar

Enviar Mensagem por Email