IIGD Ograce

05/03/2013 - SER OUSADO É O SEGREDO

  • Envie por Email
  • Imprimir

Mas, havendo primeiro padecido e sido agravados em Filipos, como sabeis, tornamo-nos ousados em nosso Deus, para vos falar o evangelho de Deus com grande combate.

1 Tessalonicenses 2.2

O Senhor não gosta nem quer ver Seus filhos choramingando, suplicando para que não sejam enviados para a batalha. O Pai, que não poupou Seu Único Filho – que é Deus com Ele – e O enviou à Terra para morrer em nosso lugar, também não nos poupará se tiver de dar mais um ou alguns dos Seus para que o mundo venha a conhecer a salvação que Ele providenciou.

Jesus repreendeu Pedro que, ao reparar na força dos ventos, começou a afundar, perguntando-lhe por que havia duvidado e chamando-o de homem de pouca fé (Mt 14.30,31). A verdade é que, na eternidade (que significa dizer que algo nunca terá fim), lá nos Céus, haveremos de usufruir da divina glória e recompensa. Atrevo-me a dizer que os que foram mártires serão muito bem recompensados. 

Por outro lado, foi preciso que Paulo e Silas apanhassem das autoridades de Filipos, para que se tornassem ousados em Deus (At 16.20-26). Esse deveria ser o tipo de procedimento de todos os servos do Altíssimo, pois temos a única mensagem que tira o perdido do Inferno e o transporta para os Céus. É evidente que o diabo fará tudo para que os cristãos se acovardem e não lhe tirem os perdidos.

Quem rejeita ser ousado no Senhor pode ter grandes contratempos amanhã, porque, se não quer crer de todo o coração, Deus enviará momentos adversos para que o Seu servo creia no fato de que Ele dá a missão, a vitória e o escape quando chegar o momento certo. Não há outra maneira de se propagar o Evangelho completo, na unção do Espírito Santo, se não for com ousadia.

A pregação do genuíno Evangelho do Reino dos Céus, na maioria das vezes, traz momentos delicados dentro do lar, na família, no emprego e entre amigos. Mas, como temos de agir sob a divina orientação, não precisamos nos preocupar, pois, dentro desses locais, se formos usados pelo Santo Espírito, alcançaremos a vitória.

No combate da fé, não vale o que você pensa, acha ou quer. Deus não fará nada novo, a não ser nos usar como o fez com nossos irmãos no passado. Seguir as Suas direções nos levará a render-Lhe a verdadeira glória. Por isso, não se furte em ser usado pelo Senhor dos Senhores e Deus eterno. A nossa reação em tudo deve ser agradecer pelo privilégio a nós concedido de até sofrer por amor a Jesus.

Nos combates no campo físico ou espiritual, haveremos de cumprir com ousadia a divina chamada que nos foi dirigida, sem temor algum às ameaças do inimigo. Afinal, com Cristo, não há como sermos derrotados.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

Todos os direitos reservados à Igreja Internacional da Graça de Deus · O site do povo de Deus.

fechar

De que maneira as mensagens diárias têm abençoado sua vida?

*todos os campos são obrigatórios

fechar

Pedido de Oração

*todos os campos são obrigatórios

fechar

Enviar Mensagem por Email