IIGD Ograce

30/04/2011 - SAIA AO ENCONTRO DE DEUS

  • Envie por Email
  • Imprimir

“Apresentemo-nos ante a sua face com louvores e celebremo-lo com salmos.”
Salmo 95.2

    Jesus nos orientou a buscarmos primeiro o Reino de Deus e a Sua justiça (Lc 13.31). Então, antes de enfrentarmos o inimigo, devemos procurar a orientação segura na Palavra do Senhor, pois, se Lhe pedirmos, Ele nos ensinará a maneira certa de encararmos o problema. Às vezes, teremos de buscar o perdão de alguma coisa errada que tenhamos feito, da qual nem nos damos conta de que seja um pecado e, por isso, ficamos impedidos de chegarmos até o Pai. No entanto, todo aquele que se predispuser a buscar a vontade do Altíssimo irá encontrá-la.
    Tendo recebido a orientação divina, não temos de esperar para agir. Porém, antes de orarmos, precisamos sair ao encontro do Senhor, pois Ele é quem irá conosco. Agora, tudo isso se faz pela fé. Quando encontramos a orientação de como devemos proceder, nosso coração se alegra e, assim, estamos prontos para encontrar Aquele que lutará por nós.
    Não se apresente diante do Todo-Poderoso com incertezas, pois, sem estar certo de que conseguirá aquilo que deseja, você não estará em plenas condições para o combate. Ora, ninguém agradará ao Senhor se não estiver agindo por fé. Contudo, se o seu coração se tornou convicto de que obterá o que pede, saia ao encontro de Deus com alegria, louvores e salmos, e festeje a vitória que você conseguirá.
    O louvor faz muito mais bem a quem o dá do que ao Senhor, pois ele prepara nosso coração para a operação divina. Ao louvar, a pessoa consegue ligar-se ao Pai celeste e, com isso, ela se torna uma só com Ele. É evidente que o louvor não é produto de lábios humanos, mas, sim, uma unção concedida a nós. Começamos com o que já temos aprendido a respeito de Deus e, logo a seguir, somos inspirados a enaltecê-lO de um modo que o homem natural não conseguiria.
    O que conta é o louvor no qual se recebe dos Céus a capacidade para louvar o Senhor com salmos e hinos que falam da grandeza do Altíssimo e do Seu poder. O rei Davi disse que o seu louvor viria do próprio Deus na grande congregação (Sl 22.25). Quando estamos em Espírito, debaixo de inspiração, nosso coração se abre para que o próprio Senhor nos encha com uma unção tal que O louvamos como é devido.
    Louvar o Senhor significa colocar em palavras a nossa convicção de que Ele não somente é poderoso para nos ajudar, como também está pronto e decidido a operar em nosso favor. O louvor surge quando estamos convictos de que Deus nos concederá a vitória.
    Quem louva mostra que não confia em seus próprios méritos nem possui capacidade alguma – ainda que as tenha aparentemente –, mas, sim, no infinito amor do Senhor. O louvor é um agradecimento pelo que Ele tem feito e fará por nós.

    Em Cristo, com amor,

    R. R. Soares

Todos os direitos reservados à Igreja Internacional da Graça de Deus · O site do povo de Deus.

fechar

De que maneira as mensagens diárias têm abençoado sua vida?

*todos os campos são obrigatórios

fechar

Pedido de Oração

*todos os campos são obrigatórios

fechar

Enviar Mensagem por Email