IIGD Ograce

15/06/2016 - OS RELIGIOSOS NÃO AGRADAM A DEUS

  • Envie por Email
  • Imprimir

Os quais também mataram o Senhor Jesus e os seus próprios profetas, e nos têm perseguido, e não agradam a Deus, e são contrários a todos os homens.

 

 

1 Tessalonicenses 2.15

A pior coisa que pode ocorrer com a pessoa que serve a Deus é deixar o diabo colocar mentiras em seu coração. Com isso, ela deixa de fazer a obra e age como os perdidos. Com o tempo, começa a pensar como eles e, em pouco tempo, torna-se um perigo para a fé. Então, por mais que se esforce, ela não consegue se acertar com o Pai.

Embora não queira ir para o Inferno, ela se deixa enganar pelo inimigo pelo fato de não mais sentir a presença do Senhor. Então, por achar que o Altíssimo não é tão severo como pensava, ela se torna religiosa. Quando ora, chora; ao falar de Deus, fala com voz macia. Porém, no fundo, sabe que tudo aquilo é da boca para fora – são palavras vazias.

Por que não voltar para a Fonte de Água Viva, Aquele que pode perdoar e transformar a sua vida e o seu caráter? Por estar longe do Altíssimo, é possível que você esteja coberto de coisas ruins. O religioso se engana ao esperar que Deus mude e lhe permita fazer o que gosta, embora tal atitude seja condenada. A operação do erro em uma pessoa a leva a agir de modo contrário à Santa Escritura. Fuja da religiosidade!

O certo é obedecer à Palavra, arrepender-se dos seus pecados, confessá-los e recomeçar a vida de fé com Cristo. Com a aproximação do fim dos tempos, o diabo, sabendo que lhe resta pouco tempo, mente cada vez mais, usando toda a sua astúcia para persuadir até os santos de que não há problema em fazer coisas que as Escrituras condenam (Ap 12.12). Quando o espírito religioso domina uma pessoa, ela se torna perigosa.

Por pura inveja e para não perderem a posição que tinham na sociedade, os líderes judaicos mataram o Senhor. Eles sabiam que Jesus era o Filho de Deus, o qual operava maravilhas; no entanto, tratava-se de uma ameaça para eles, pois o povo O seguia. Dessa forma, em pouco tempo, as sinagogas ficariam vazias, dando fim ao sustento deles. É triste, mas o mesmo ainda acontece hoje.

Saulo de Tarso tinha um sentimento mortal contra os seguidores de Cristo, mas por quê? Os doentes eram curados, e essa manifestação não ocorria no judaísmo. Os pecadores eram salvos, e não havia um registro sequer de alguém cuja vida fora mudada nas sinagogas. Saulo queria riscar o bem do mapa, porque nem ele nem seus pares eram usados para realizar tais prodígios. A ira desse homem contra a Verdade provinha do diabo.

Por motivo torpe, esses líderes mataram Estêvão e, depois de alguns anos, apedrejam Paulo também, e só pararam porque acreditavam que ele havia morrido. O apóstolo foi arrastado pelas ruas da cidade e deixado caído e quase sem vida. Ao ser rodeado pelos irmãos, Paulo se levantou (At 14.19,20). Para aqueles religiosos, era lógico e necessário matar para não perder seus seguidores.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares


Oração do Dia

Senhor! Precisamos das Tuas manifestações especiais, como ocorreu com Saulo, com Pedro na prisão e como deve acontecer com os irmãos que vivem em países dominados por religiosos maus.

Tem misericórdia dos perseguidores, daqueles que não têm o menor pudor de matar os Teus servos, sejam adultos ou crianças. Olha para os nossos irmãos espalhados pelo mundo, onde não há lei nem vontade de fazer justiça. Ajuda-os!

Livra aqueles que já Te serviram, mas caíram em pecado, pois foram fracos e se deixaram levar pelas ofertas do inimigo. Hoje, estão arrependidos, mas, ao mesmo tempo, com vergonha de voltar para Ti. Liberta-os dos envolvimentos com o diabo. Amém!

Todos os direitos reservados à Igreja Internacional da Graça de Deus · O site do povo de Deus.

fechar

De que maneira as mensagens diárias têm abençoado sua vida?

*todos os campos são obrigatórios

fechar

Pedido de Oração

*todos os campos são obrigatórios

fechar

Enviar Mensagem por Email