IIGD Ograce

01/04/2011 - CUIDADO COM AS DOUTRINAS DOS HOMENS

  • Envie por Email
  • Imprimir

“As quais coisas todas perecem pelo uso, segundo os preceitos e doutrinas dos homens.”
Colossenses 2.22

    O homem, mesmo bem-intencionado, que cria preceitos e doutrinas para governar a obra de Deus comete um grande erro e, por isso, pagará caro no dia do acerto de contas. Aquilo que é necessário para ajudar as pessoas a servirem ao Senhor já foi estabelecido nas Escrituras. O melhor é não criar normas ao trabalho do Espírito Santo. O culto a Deus – bem como todas as obras realizadas na igreja – deve ser dirigido pelo Santo Espírito, de acordo com o que está registrado Palavra.
    Quem elabora regras e mandamentos para dirigir o culto a Deus ofende a sabedoria divina, pois seu ato é como uma declaração de que o Pai não é perfeito e completo, e, por isso, precisa de alguém que lhe dê “uma mãozinha”. Se, um dia, você achar alguma deficiência no serviço da casa de Deus, pergunte a Ele, pois, sem dúvida, você está com os olhos fechados.
    A verdade é que tudo o que foi criado pelo homem, em se tratando de assuntos relativos à obra divina, não terá valor algum para esta. O que precisamos é ouvir a pregação e prestar atenção na leitura bíblica, pois, desse modo, o nosso Pai nos ensina o que fazer para que Sua vontade seja cumprida tanto em nossa vida como na das pessoas. Quem tiver juízo, ainda que solicitado a dar opinião sobre a melhor maneira de servir a Deus, deve recusar-se a pôr a mão onde o Altíssimo não o chamou.
    O Senhor estabeleceu em Sua Palavra o caminho a ser trilhado no sentido de alcançá-lO e receber dEle Suas bênçãos. Segundo Ele, quem crê e observa os preceitos dos homens e por eles se esforça para agradar-Lhe age de modo inútil. Olhando para o que o Mestre ensinou, podemos dizer que as normas humanas jamais serão utilizadas pelos Céus. Jesus foi categórico ao afirmar que Ele não aceita testemunho humano nem glória que venha dos homens (Jo 5.34,41). Então, o melhor a fazer é fugir daquilo que não agrada ao Senhor.
    Os preceitos das religiões, se comparados aos divinos, de longe perderão. O fato se dá porque o homem caído não tem condições de legislar para o mundo da perfeição. É a graça divina que nos capacita a entrarmos na presença do Todo-Poderoso e servirmos a Ele. Até as pessoas mais educadas e as consideradas piedosas jamais poderão criar alguma coisa a ser utilizada por Deus. Por outro lado, toda doutrina que se fazia necessária para que as pessoas aprendessem a andar com o Altíssimo já foi registrada nas Escrituras.
    A mente erudita, até as muito treinadas, está bem aquém da sabedoria divina. Quanto às doutrinas de todas as religiões, essas invenções perecem pelo uso, sendo completamente desnecessárias para o culto ao nosso Pai.

    Em Cristo, com amor,

    R. R. Soares

Todos os direitos reservados à Igreja Internacional da Graça de Deus · O site do povo de Deus.

fechar

De que maneira as mensagens diárias têm abençoado sua vida?

*todos os campos são obrigatórios

fechar

Pedido de Oração

*todos os campos são obrigatórios

fechar

Enviar Mensagem por Email