IIGD Ograce

21/09/2008 - CLAREZA E FIRMEZA DIANTE DO SENHOR

  • Envie por Email
  • Imprimir

E Jesus, parando, chamou-os e disse: Que quereis que vos faça? Disseram-lhe eles: Senhor, que os nossos olhos sejam abertos. (Mateus 20.32,33)

Quando Jesus perguntou a dois cegos o que desejavam que lhes fizesse, eles não pensaram duas vezes e pediram a Jesus: Senhor, que os nossos olhos sejam abertos. O Evangelho de Marcos cita somente um cego, Bartimeu, mas, talvez, isso tenha ocorrido porque o escritor do texto sagrado tenha preferido dar ênfase somente a um deles. Entretanto, o que nos chama a atenção é a resposta clara e firme à pergunta de Jesus.

NÃO HÁ MISTÉRIO - A maior ironia está no fato de que, apesar de ser facílimo estar na presença do Senhor, orientações que recebemos de quem não aprendeu corretamente o que as Escrituras ensinam fazem-nos crer que é difícil estar diante dEle e, além disso, levam-nos a praticar ritos religiosos, em vez de orientações bíblicas.

Infelizmente, na vida de muitas pessoas, esses maus conselhos sobrepõem os verdadeiros ensinos espirituais. Isso ocorre porque são poucas as que dedicam tempo à leitura bíblica diária e à oração, e, além disso, muitas vão à igreja não por prazer em ouvir a Palavra ou ter comunhão com o Senhor, mas por medo de ir para o inferno ou interesse em receber alguma bênção.

CLAROS E FIRMES - Certamente, os cegos já tinham aprendido a respeito do Senhor, tinham ouvido falar que se tratava do Filho de Deus, o Messias. Quando aqueles deficientes visuais ouviram aquele alvoroço e tomaram conhecimento de que era uma multidão seguindo Jesus na estrada de saída de Jericó, apesar de estarem impossibilitados de vê-lo fisicamente, puseram-se a gritar para que o Mestre tivesse misericórdia deles. Que lição nos deram!

Coisa alguma deve ser mais importante para nós do que sentirmos a presença do Senhor em um culto ou em um momento de comunhão devocional diária com Ele. Nada deve ser mais interessante do que isso nem devemos permitir que nosso pensamento desvie-se para outra direção. Essa é a hora de clamar, gritar e suplicar pela ajuda divina, pois poderá ser o último culto ou a última oração que faremos neste mundo. Aqueles cegos não teriam outra oportunidade de serem ajudados pelo Senhor, pois Ele não mais passaria por aquele caminho.

Perguntou-lhes Jesus: Que quereis que vos faça? Eles não tinham outro pedido, a não ser que seus olhos fossem abertos. Da próxima vez que você se sentir na presença de Deus, exponha com clareza e firmeza o que você quer dEle.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

Todos os direitos reservados à Igreja Internacional da Graça de Deus · O site do povo de Deus.

fechar

De que maneira as mensagens diárias têm abençoado sua vida?

*todos os campos são obrigatórios

fechar

Pedido de Oração

*todos os campos são obrigatórios

fechar

Enviar Mensagem por Email